Faz de conta

26 de Dezembro de 2013 Valdir Gomes Poesias 266

Faz de conta que nada aconteceu.
Que você não foi embora,
E nosso filho não nasceu.

Faz de conta que ainda estavas perdida
Quando me conheceu
E que juras me amar sem se preocupar com a hora...

Faz de conta que nosso amor está crescendo
Que meu jeito aguça teus desejos
E o nosso amor só está amanhecendo.

Faz de conta que nossos sonhos não são meros sonhos.
São a certeza de uma busca incansável da felicidade
Que nos objetiva a viver sem saudades
E que jamais cogitamos viver como estranhos!

Faz de conta que queremos publicar nosso amor
Numa forma que todos possam perceber:
Nos unirmos, construir nosso lar, sofrer um pouco a dor,
Mas felizes trazermos à existência um novo ser.

Faz de conta que ainda nos ame!
Que tudo o que desejamos e fizemos com amor,
É este o resultado: nosso filho que por você chama
Que ao me abraçar, sente a mim, mas anseia teu calor!

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
A rua me aceita como sou há 1 hora

A rua me aceita como sou (Livro Poesias Reflexivas- Antonio Ferreira) N...
pfantonio Poesias 28


Não seja superficial há 1 hora

Não seja superficial (Antonio Ferreira-Livro Poesias Reflexivas) Olhe ...
pfantonio Poesias 36


"Dia do amor" há 4 horas

Amanhã é o dia reservado ao Amor, E a fragrância das flores confunde-s...
joaodasneves Poesias 9


"Estou triste" há 12 horas

A noite se instala em mim. Lá fora, apenas o silêncio da noite e o teu o...
joaodasneves Poesias 13


"Estou cá a matutar" há 12 horas

Esses dias ando meio triste muito confuso, ando a querer isolar-me, f...
joaodasneves Pensamentos 9


A Humildade nos Cai Bem há 17 horas

Se o domínio total é do Senhor, porque o poder pertence a ele, isto dever...
kuryos Artigos 9