Quando o amor acontece

28 de Dezembro de 2013 Olympio Ramos Poesias 382

O amor quase sempre acontece

quando os olhos de dois se encontram

no vazio da desesperança

no açoite de uma saudade

doutro amor que ficou na lembrança



Quase sempre acontece o amor

quando estamos atoa na vida

sem pensar

ou querer algo mais

alem do enorme vazio

de outro amor que deixou-se ficar



Vem o amor...

e vem tão sutil

falando não sei o que

e a gente não sabe dizer

se é mentira ou se,
é a mais pura verdade,

no coração displicente outra dor

que amanhã vai ficar saudade...



Mas...

venha a mais nova emoção

de outros braços, doutro coração

pois o que importa

da vida é saber

e curtir outra ventura

da mais nova e doce ternura

doutro amor

e outra vez viver...



Leia também e divulgue: Os Grapiúnas, romance do Olympio Ramos, disponível na Amazon.com (leitura on line) e editora Creat Space (leitura impressa). obrigado a todos
Olympio Ramos

Cabo Frio, 28/12/2013

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
ETERNAL (rondó) há 1 hora

ETERNAL (rondó) Não o poeta, sim a poesia Em cada verso haveria- De ...
ricardoc Poesias 5


Sintomático há 7 horas

Divagando pela favela, penso nela olhando a aquarela do sol se pondo. ...
a_j_cardiais Sonetos 26


"Minha humilde casinha" há 2 dias

Tenho na minha casa Quatro cadeiras e um colchão Uma mesa, e roupas pelo...
joaodasneves Poesias 18


Se Poema For Oração há 2 dias

Senhor, este poeta perdido vem Vos fazer um pedido: dai-me Vossa paz. ...
a_j_cardiais Poesias 66


"Bailei com a solidão" há 2 dias

"Bailei com a solidão" A beira do mar espero a Solidão E escuto ja o ...
joaodasneves Acrósticos 16


Perseverar Até o Fim – Parte 1 há 2 dias

Por Charles H. Spurgeon (1834-1892) Traduzido, Adaptado e Editado por Si...
kuryos Artigos 31