Peito meu que me palpita
Encerra em mim grande ardor
Pulsar que em ti me agita
Faz-me em sorrir e dor.

Peito outro em que me desfaço
Chamar profundo que me conduz
Piso ora em mim, ora em luz
Calor real que faz-me em laço!

SENHOR, sempre eu maravilhado
Venho a Ti me confessar
Perante os Anjos Teus e os derrotados!

Livra-me, PAI, com seu Amar
Pois pecando tenho andado
Mas quero em Ti me acalentar!




____________________________________________________________

LEIA-ME: http://www.recantodasletras.com.br/autor_textos.php?id=31175
_____________________________________________________________