Para o medo, use Manoel

14 de Janeiro de 2014 Nefelibata Poesias 286

Depois de uma certa tempestade
Que passei num avião
Sinto um medo de morrer de vôo

Daí me lembro do Manoel de Barros
Que poetizou: "A morte é indestrutível."

Eu também sou poeta: "O medo é incalável."
Mas "A poesia do Manoel é inaudível."

Fica fácil não sentir medo
Preenchido pelo silêncio manoelês


Leia também
" Amar é" há 2 horas

Amar e como voar, no mais azul dos céus. É sentir a sensaçao de estar n...
joaodasneves Poesias 4


PAU DE FITAS há 7 horas

PAU DE FITAS Dançam as raparigas cá em roda D'um mastro d'onde fitas ...
ricardoc Sonetos 4


PAU DE FITAS há 7 horas

PAU DE FITAS Dançam as raparigas cá em roda D'um mastro d'onde fitas ...
ricardoc Sonetos 3


Falta de Amor ao Próximo há 11 horas

A razão de viver é amar... Mas a maioria das pessoas vive o amor ao din...
a_j_cardiais Poesias 32


Amor a Deus x Amor ao Mundo há 12 horas

Nos dias do autor não havia automóveis como os luxuosos que existem em no...
kuryos Artigos 8


A Origem e a Razão de Ser de Tudo há 17 horas

Deus não criou todas as coisas para depois intentar formar uma Igreja. Ao...
kuryos Artigos 16