Escravo dos Homens

15 de Janeiro de 2014 Bruce Alcântara Poesias 263

Se vivi até aqui

Foi por falta de amor, Ou por falta da mulher amada ? 

Eu que amei tantos Homens, me debrucei em tantas bocas. 

Sentido pelos em meus pelos

Em vida em prado de forte laços 

Já não posso amar ! 

Já não quero viver ! 

Não tenho autonomia para amar 

Não tenho sentimento para fluir

Se houver encarnação após a morte 

rogo a Deus que me falte amor em vida 

Rogai-vos  por nos, meus desamores.  

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
Cultivando Observações - 1 há 1 hora

Eu vivia arrastando silêncios, pelas plataformas da vida. Agora dispenso...
a_j_cardiais Poesias 16


"É tarde demais" há 3 horas

Não há mais tempo Não adianta agora chorar É tarde demais. É tarde ...
joaodasneves Poesias 8


"Amada Amante"... há 3 horas

A primavera chegou, sai como sempre o dia estava bonito, o sol brilha...
joaodasneves Prosa Poética 4


"Eu queria" há 3 horas

Eu queria tanto beijar a tua boca e abraçar-te intensamente. Eu queria t...
joaodasneves Pensamentos 3


"Sabor dos teus beijos" há 3 horas

Parece que foi ontem vi-te passar naquela estrada Cruzei contigo um simpl...
joaodasneves Poesias 5


A BRUXINHA SEM VASSOURA (cordel infantil) há 4 horas

Em história de faz de conta Nada mais nos desaponta Do que uma feia...
madalao Infantil 7