na cabeça, carrega a casa;
no olhar, a tristeza;
no coração, a amargura e
no estômago, a fome.
assim ele vai.
o chão é agreste;
os animais todos morrendo,
pois não tem água,
nunca chove.
só o sol é abundância!
assim ele vai, pisando na desesperança,
lutando pra sobreviver.
o olhar se perde no imenso inferno,
mas não diz nada.
não tem ninguém para ouvir-lhe.
o que lhe dá força, talvez, seja o sonho
- penso eu.
a ilusão de poder ter uma esperança
_____________________________
duiliodukadesouzouzazanni