Maldição da Derrota

02 de Agosto de 2011 Gisela Cardoso Poesias 412

Lutastes pelos seus ideais até o seu último suspiro
Até restar um último homem, um soldado em vão
Mas de nada servirá se fugistes na hora da derrota.
O medo é o melhor amigo da tirania.
O medo está apenas nos olhares dos outros.
Os outros?
Os outros são apenas poeira ao vento
Em um piscar de olhos, eles já se foram
Para onde?
Enterrar o seus modelos ideais.
O que fazer depois que os heróis se foram?
Enterrar os mortos e reerguer supermercados?
Não há nada fazer... a não ser encarar a derrota
Caso queiras,
Não tenhas medo, sua derrota estará oculta
Nas profundezas de teu coração,
Te culpando cada vez mais pelo sangue ordinário em suas mãos
E será uma maldição para os restos dos segundos
Que te restam!

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
Para quem é a Mudança da Lei de Moisés há menos de 1 hora

O apóstolo Paulo afirma que o crente não está sob a lei e sim sob a gr...
kuryos Mensagens 5


Cultivando Observações - 1 há 2 horas

Eu vivia arrastando silêncios, pelas plataformas da vida. Agora dispenso...
a_j_cardiais Poesias 17


"É tarde demais" há 4 horas

Não há mais tempo Não adianta agora chorar É tarde demais. É tarde ...
joaodasneves Poesias 8


"Amada Amante"... há 4 horas

A primavera chegou, sai como sempre o dia estava bonito, o sol brilha...
joaodasneves Prosa Poética 4


"Eu queria" há 4 horas

Eu queria tanto beijar a tua boca e abraçar-te intensamente. Eu queria t...
joaodasneves Pensamentos 3


"Sabor dos teus beijos" há 5 horas

Parece que foi ontem vi-te passar naquela estrada Cruzei contigo um simpl...
joaodasneves Poesias 5