Lembranças Que O Tempo Não Apaga

26 de Janeiro de 2014 EMILIO SANCHEZ Poesias 299

Em nome da verdade Irei procurar algo que faça aquecer meu coraçãoMesmo que seja soberano e imponenteEm certas ocasiões vira prepotenteNão caberás o meu amorNem tampouco esse nosso saborSaberemos apenas o que realmente nos restaSe a verdade possa ser considerada algo inexplicávelJuntamente com essas dúvidas consequentesNão quero me arrependerNem tampouco vocêNão quero desejarApenas teu corpoQuero também tua almaMas peço que fique uma semana,um mês, um séculoNosso destino não é apenas a lua que brilha após os nossos beijosNem tampouco depois do nosso frevo de amar,amarSempre,longe de  sanidadeAgora é tarde para me esquecerSe nesse instante de sentimentoEstamos precisandoMe ame e me deixe ao mesmo tempoEu sei,esse amor eu nunca irei esquecerMesmo que se esse entardecerVIeste a tona,e foste a vontade de chorarA cada amanhecerNão estou sozinho,esse amor particularÉ muito maior do que o próprio anseioDos calor dos nossos corposPediste um pensar imaginávelQue fosse quase impagável diante a ternura de sua vozOu que em 10 em 10 anos nos vejamosPara que apenas um olhar,um sorrisoMatasse a vontade de novamente amarAh,como se quisesse essa minha perspicáciaMaldito tempo em que nos separouMas vieste para clarear e ver o que restou Ainda dizerVocê tem tempo aproveite!Ah se tudo o que desejar,for realmente à tonaDos nossos beijos,das nossas caríciasDas loucuras,dos remédios do nosso amorVai me custar caro,mas valerá a penaQuando tentei esquecer,mesmo que o inevitável aconteçaProcurarei a lembrar a tua caricatura,essa minha necessidade de te verNão faças perguntas,apenas me ouveMesmo no meu medo de nunca te verBendita necessidade,é simplesmente tudo que há dentro de nósO que  o tempo não apaga,jamais outro amor pode curarLembra da  nossa cabana?Ainda anda guardadaLembra dos momentos felizesAbraçados e quase sufocados pelas nossas brincadeirasEstou contigo,nem que seja pra abraçar ou falar algoSonharei eternamente,nada mudará diante de nósLevarei e esperarei de braços abertosO amor verdadeiro não se apaga se contróiNão deixe apenas no corpo,mas na almaNão liga pros outros e sim na resposta de quem te amaNão deixa apenas saciar,mas matar a vontade de querer ainda mais o corpo e alma sedenta de amorEh,coração teimoso!

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
" Amar é" há menos de 1 hora

Amar e como voar, no mais azul dos céus. É sentir a sensaçao de estar n...
joaodasneves Poesias 4


PAU DE FITAS há 5 horas

PAU DE FITAS Dançam as raparigas cá em roda D'um mastro d'onde fitas ...
ricardoc Sonetos 4


PAU DE FITAS há 5 horas

PAU DE FITAS Dançam as raparigas cá em roda D'um mastro d'onde fitas ...
ricardoc Sonetos 3


Falta de Amor ao Próximo há 9 horas

A razão de viver é amar... Mas a maioria das pessoas vive o amor ao din...
a_j_cardiais Poesias 31


Amor a Deus x Amor ao Mundo há 10 horas

Nos dias do autor não havia automóveis como os luxuosos que existem em no...
kuryos Artigos 8


A Origem e a Razão de Ser de Tudo há 15 horas

Deus não criou todas as coisas para depois intentar formar uma Igreja. Ao...
kuryos Artigos 16