A felicidade nunca vem disfarçada de tristeza

ela chega como a primavera e desabrocha como as flores

vem a tona, como ondas nas pedras

iluminada na face, pelo sol de todas auroras


a Felicidade vem tão mansa, como beija flores timidos

que tocam a essencia sem ferir a alma das rosas

e ecoam pelo infinito das florestas mais brandas

como leves folhas que navegam no espaço do coração


Vem a felicidade, como rios que fluem das fontes

não das perenes fontes dessas coisas passageiras e rapidas

Mas de um a essencia que tem o poder de penetrar na alma

e fazer com que a luz não seja desacreditada, quando a noite reina


Clavio J Jacinto