Escuro

03 de Agosto de 2011 Gisela Cardoso Poesias 421

A vida está desaparecendo
Diante da escuridão que se aproxima
Escavando a mesma cova todos os dias
Me perco dentro da minha própria escuridão.

Eu criei meu destino, criei minha escuridão
As trevas está me encorbertando
Está me levando ao fim para me libertar
Não há nada a oferecer...

Tento acordar, mas não reajo
Penso que já é tarde demais para me salvar
Eu fui o que eu era mesmo
Não consigo mais pensar
A morte tomou o meu lugar...

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
"Feliz...dia...de...São João" ... há 3 horas

Quem dera ir mais além, cantar mais alto Sobre esse chão salgado onde na...
joaodasneves Poesias 4


No Vento da Literatura há 4 horas

Gosto da poesia quando chega de surpresa... Pode não ter beleza, mas q...
a_j_cardiais Poesias 27


Bendito Amor Eterno há 1 dia

Quando pensamos que Jesus disse que todo aquele que lhe foi dado pelo Pai, ...
kuryos Artigos 11


"Vendo" há 1 dia

Hoje vendo um corpo sem alma, e um extrovertido coração partido, uma ...
joaodasneves Acrósticos 7


"Te amo vinho tinto" há 1 dia

Tu meu querido vinho tinto, és e serás a minha inspiração, Ter o cop...
joaodasneves Poesias 9


Gradeados há 1 dia

O céu está logo ali, depois dessa janela enjaulada... Meu amor é qua...
a_j_cardiais Poesias 60