Bolinhas de sabão

16 de Fevereiro de 2014 Mostradanus-Gyn Poesias 361



Bolinhas de sabão


A mágica da vida



No tempo, no espaço



A beleza das cores



Em tudo que faço


Enfeitam minha infância



Colorem minha vida



São frações de arco-iris



Em cores de fragrância



Do meu coração



Na ilusão



De que a vida, sofrida



Não é uma explosão


Guiam meus olhos



Pela incerteza da beleza



Guardam minhas lembranças



Num gesto de gentileza



Da mãe natureza


Guiam meus passos



Pelo tiro no escuro



Que é esse mundo obscuro



De uma só vida, sem futuro


Flutuam como felicidade



Em forma de gotas de orvalho



Escondem minha vaidade



No brilho do meu olhar



No meu jeito de chorar


Bolinhas de sabão



Entrem no meu coração



Nessa mesma lentidão



Nessa mesma calma



Da arte da flutuação



Lavem minha alma



Nessa colorida explosão


Mostre meu amor pelas cores



Da primavera que anuncia



ensaios de amores



E os tons das minhas dores



No jardim das minhas flores



Na lembrança dos meus horrores




Leia também
A rua me aceita como sou há 2 horas

A rua me aceita como sou (Livro Poesias Reflexivas- Antonio Ferreira) N...
pfantonio Poesias 30


Não seja superficial há 3 horas

Não seja superficial (Antonio Ferreira-Livro Poesias Reflexivas) Olhe ...
pfantonio Poesias 36


"Dia do amor" há 6 horas

Amanhã é o dia reservado ao Amor, E a fragrância das flores confunde-s...
joaodasneves Poesias 12


"Estou triste" há 13 horas

A noite se instala em mim. Lá fora, apenas o silêncio da noite e o teu o...
joaodasneves Poesias 13


"Estou cá a matutar" há 13 horas

Esses dias ando meio triste muito confuso, ando a querer isolar-me, f...
joaodasneves Pensamentos 9


A Humildade nos Cai Bem há 18 horas

Se o domínio total é do Senhor, porque o poder pertence a ele, isto dever...
kuryos Artigos 9