A Glória do novo dia

18 de Fevereiro de 2014 Pr CJJacinto Poesias 154



Na alvura do amanhecer chegava


O orvalho que solene a relva molhava


Mesmo ímprobo o lamaçal reluzia


O triunfo magistral da luz do novo dia


Toda praia prostrada reverenciava


A luz suave que do horizonte vinha


O manancial das cores que se espalhava


Das seivas que toda doçura tinha


Nessas turvas sombras que dá noite restavam


Vinham acesas as replicas do céu ardendo


Do solo caido, o sombrio ia se escondendo


Quando já em trono de luz erguida estava


O sol do dia e todas frestas iluminadas


Eu via todas as sombras fugidias, desamparadas



Clavio J. Jacinto


Leia também
"Minha humilde casinha" há 20 horas

Tenho na minha casa Quatro cadeiras e um colchão Uma mesa, e roupas pelo...
joaodasneves Poesias 14


Se Poema For Oração há 1 dia

Senhor, este poeta perdido vem Vos fazer um pedido: dai-me Vossa paz. ...
a_j_cardiais Poesias 45


"Bailei com a solidão" há 1 dia

"Bailei com a solidão" A beira do mar espero a Solidão E escuto ja o ...
joaodasneves Acrósticos 11


Perseverar Até o Fim – Parte 1 há 1 dia

Por Charles H. Spurgeon (1834-1892) Traduzido, Adaptado e Editado por Si...
kuryos Artigos 13


Perseverar Até o Fim – Parte 2 há 1 dia

Por Charles H. Spurgeon (1834-1892) Traduzido, Adaptado e Editado por Si...
kuryos Artigos 9


Separação há 2 dias

Pensei que separação fosse fácil... Que fosse só deixar seu amor, e ...
a_j_cardiais Poesias 40