(Aos meus
verdadeiros amigos)


Quão bela é nossa grande amizade



Pura como diamante mais lapidado



Valiosa, tão singela preciosidade



Sincera como fino doce desejado


Fonte áurea de feliz companheirismo



Em tardes refrescantes e sorridentes



Força  e fé,  a alma forte do altruísmo



Como jóias desejadas em nascentes


Um amigo, oh um amigo de verdade



É nosso lindo tesouro tão verdadeiro



E felizes, somos, por esses nobres companheiros


Cada um de nós, o animo compartilhado



E a alegria de amizades,  entre nós,  distribuídas



Porque, valem tudo, se elas duram  toda vida

CJJ