Se olho,

por estreitas janelas

em suma comedia

o mundo

vejo, lindas bromélias

um sorriso ao vento....

Se olho,

por amplas portas

em praças de contos

o mundo

vejo desencontros

um suspirar aos céus

Se olho

por frestas abertas

em mármore de estrelas

o mundo

como uma pagina cômica

um sorriso, então adormeço



Clavio J. Jacinto