Mal retornei ao meu refúgio e de pronto refuguei

Tão logo enxerguei que decisões inconsequentes

Aniquilaram aquele espaço, ainda arborescente

Relutante eu fiquei e ainda perdido, nem me achei



Estarrecido descobri a grande força do dinheiro

A transformar de imediato e tudo, desmatar

O progresso corroendo belezas no mundo inteiro

A todos expulsar, nenhum direito de apelar



A nova floresta cresceu e floresceu

Em forma de prédios de concreto

As raízes se ampliaram e escureceram

Ganharam novo molde e mais asfalto



A vida fugiu para outro exíguo espaço

Senhor ninguém a evitar tanto descaso

Que breve receberá triste mensagem:

Cheguei para humanizar sua paisagem