Pedaços de silencio

07 de Março de 2014 Pr CJJacinto Poesias 434

Um pedaço de silencio e sei

Sobre os montes sairei

Outrora era simples cego

Hoje vejo os olhos da esperança

Num campo de vestidos salpicados de dor

Entre os cardos de uma terra desolada

Fertilizadas pelos clamores do sangue de Abel


Um pedaço de silencio e verei 

A outra face da amargura e as dracmas perdidas

Outrora simples andante agora peregrino

Hoje enxergo as praias das salivas e calafrios

Num vale de sementes e oleos perfumados

Entre as aberturas de minhas feridas expostas

Vejo a cura, pelas cores da agua e do sangue


Um pedaço de silencio e adormeço no sossego...


Clavio Juvenal Jacinto


Leia também
"Ontem a noite" há 11 horas

Ontem pela noite Sentei-me no sofa A saudade batia-me no rosto A solidã...
joaodasneves Pensamentos 16


Confessar e se Arrepender em vez de se Endurecer há 14 horas

Em face de termos tão grande sumo sacerdote à direita de Deus nas altur...
kuryos Artigos 12


JUDAICO-CRISTÃO há 21 horas

JUDAICO-CRISTÃO O Deus de Judá reina sobre a Terra Como se uma consci...
ricardoc Sonetos 25


Ponto Final há 23 horas

Para ser final tem que ter o sinal de fim. Um final com reticências, n...
a_j_cardiais Poesias 25


"Adeus Amor" há 1 dia

Parece que foi ontem Te vi passar naquela estrada Cruzei contigo um simpl...
joaodasneves Pensamentos 11


"A chuva cai" há 1 dia

A chuva cai la fora A noite esta triste, como triste esta a flor A ch...
joaodasneves Poesias 15