Ah que saudades eu tenho

08 de Março de 2014 Elisergiopoeta Poesias 205


Ah que saudades eu tenho
Das noites seguras nas calçadas
Com o céu ao meu dispor
E a lua comigo a conversar

Ah que saudades eu tenho
Das tardes ensolaradas
Nas quais sem medo brincava
Nada me impedia sonhar

Agora eu só tenho medo
As noites na são mais seguras
E nas tardes não se pode brincar
Vive meu lócus de infância

Uma onda total de insegurança
Agora é proibido sonhar
Oh minha linda terra
Tu não é mais tão pacata

Dá-me até medo falar
Os furtos e roubos são tantos
E já não me é mais espanto
Quando somente por isso

Nos mapas tu vem a estar
Mas, tenho eu ainda um sonho
Talvez irrealizável que pena
Sonho que a paz reine intensa

Que um dia eu possa voltar
E seguro poder em ti viver
Com o Velho monge a vislumbrar
E suas águas a nos banhar
Eu a sua beleza escrever, Parnarama.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
LUTA ARMADA há 8 horas

LUTA ARMADA Aqueles tidos como imprescindíveis Pelo afã de lutar toda...
ricardoc Sonetos 4


Paz Celestial há 19 horas

Paz na alma é muito mais Do que paz de mente... pois passa desta par...
kuryos Artigos 11


Poema Rosa Para um Dia de Sol há 1 dia

A Rosa Emília A Rosa que an...
a_j_cardiais Poesias 55


Poema Suado há 1 dia

Estou num deserto de inspiração... Nada passa por aqui... Nem ladrão. ...
a_j_cardiais Poesias 44


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 3 há 2 dias

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 19


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 2 há 2 dias

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 12