Borboletas e fim de tarde

11 de Março de 2014 Pr CJJacinto Poesias 328

Borboletas e fim de tarde

Vem antes a tarde

depois noite nesse jardim

estrada da vida

entre a solidão e sorrisos

meu aconchego nos teus

braços

As flores da estrada

o caminho eo voo das cinzas

as folhas, a erva

caminhos benditos

bem ditos sonoros

a irmandade

da noite

Fim de tarde, cigarras e ventos

a via e o azeite da vida

o coração que bate e pulsa

libelulas e borboletas

braços de arvores

cantos de grilos

a veia secreta

a estrela

As ruas de Pergamo, castelos

meu sonho, anelo

a lua parda

o sol se põe

o lago límpido

véu vermelho

as vagas do quintal

Borboletas flutuantes e rosas

flores silvestres

amoras

a cartilha das folhas secas

o baluarte das ruas

arvores nuas

cais adormecidos

o odor da noite

O dom de dor a vida

o voo e o ventre da noite

a agua flutua na nuvem

o sereno na folha de feno

e eu?

apenas um entre as ramagens

da rua de gelo


Leia também
CIDADE DOS PATOS (cordel infantil) há 11 horas

Vivia na bela cidade dos patos Um velho pato que contava fatos De uma fam...
madalao Infantil 5


"Feliz...dia...de...São João" ... há 18 horas

Quem dera ir mais além, cantar mais alto Sobre esse chão salgado onde na...
joaodasneves Poesias 5


No Vento da Literatura há 19 horas

Gosto da poesia quando chega de surpresa... Pode não ter beleza, mas q...
a_j_cardiais Poesias 30


Bendito Amor Eterno há 2 dias

Quando pensamos que Jesus disse que todo aquele que lhe foi dado pelo Pai, ...
kuryos Artigos 13


"Vendo" há 2 dias

Hoje vendo um corpo sem alma, e um extrovertido coração partido, uma ...
joaodasneves Acrósticos 9


"Te amo vinho tinto" há 2 dias

Tu meu querido vinho tinto, és e serás a minha inspiração, Ter o cop...
joaodasneves Poesias 10