ENterrem seus mortos

07 de Agosto de 2011 Fernando Calixto Poesias 372

Como pode um navio seguir viagem? Se deixou sua pesada ancora nas lembranças de um bom porto.
Como pode um monge subir as montanhas? Se o mesmo não esqueceu seus bens materiais.
Como pode um andarilho percorrer caminhos? Se o mesmo tem medo dos seus próprios passos.
A vida continua...
Enterrem seus mortos!

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
CICATRIZES há 3 horas

CICATRIZES Não se vive essa vida impunemente... Todo mundo, mais dia m...
ricardoc Sonetos 4


" Amar é" há 14 horas

Amar e como voar, no mais azul dos céus. É sentir a sensaçao de estar n...
joaodasneves Poesias 9


PAU DE FITAS há 18 horas

PAU DE FITAS Dançam as raparigas cá em roda D'um mastro d'onde fitas ...
ricardoc Sonetos 8


Falta de Amor ao Próximo há 23 horas

A razão de viver é amar... Mas a maioria das pessoas vive o amor ao din...
a_j_cardiais Poesias 42


Amor a Deus x Amor ao Mundo há 1 dia

Nos dias do autor não havia automóveis como os luxuosos que existem em no...
kuryos Artigos 8


A Origem e a Razão de Ser de Tudo há 1 dia

Deus não criou todas as coisas para depois intentar formar uma Igreja. Ao...
kuryos Artigos 16