Como pode um navio seguir viagem? Se deixou sua pesada ancora nas lembranças de um bom porto.
Como pode um monge subir as montanhas? Se o mesmo não esqueceu seus bens materiais.
Como pode um andarilho percorrer caminhos? Se o mesmo tem medo dos seus próprios passos.
A vida continua...
Enterrem seus mortos!