Desejo de um pensador lúdico

10 de Abril de 2014 Saulo Alves Falcão Poesias 207

Não me esconda seu rosto, não me esconda seu coração, deixa eu te ver e te sentir do jeito que és: pode ser louco ou discreto, sério ou engraçado, moderno ou tradicional, venha do jeito que és. Me mande ao paraíso ou a puta-que-pariu. Me mate de rir ou me mate de tesão. Me canse em exercícios ou numa transa louca. Tire meu fôlego, mas logo em seguida, me dê seu gás. Não importa: sorrindo ou chorando te quero por perto, te quero completo, te quero com todas as imperfeições, pois juntando com as minhas, ficaremos mais imperfeitos ainda, mas nos completaremos, pois nada nesse mundo é perfeito e não seremos diferentes, nós seremos tão imperfeitos que daremos raiva a muita gente, mas nos amaremos, e é isso que importa, pois nos entenderemos na nossa sinceridade, na nossa intimidade, no nosso reino.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
A Morte Em Cartaz, Cap 1 há menos de 1 hora

Prólogo Periferia de Atlanta, Quinta-feira, 23hrs:17min Marion re...
lordemoura Acrósticos 6


Sociedade Desalmada há 1 hora

Sou um ser muito sensível... E ser sensível é horrível, no meio desta...
a_j_cardiais Poesias 25


LUSO-BRASILEIRO - Des-História Universal há 4 horas

LUSO-BRASILEIRO Assim como a cor d'olho não colore Aquilo que se tem ...
ricardoc Sonetos 6


Uma Tal Pedra há 21 horas

No meio do caminho de muitas famílias, agora tem uma pedra... Tem uma...
a_j_cardiais Poesias 24


Mundo da Gataria há 22 horas

Gato criado com mordomia, não conhece o mundo da gataria. Não sobe nos...
a_j_cardiais Infantil 45


A história do amor há 22 horas

A história do amor O amor sempre existiu Em muitas formas Em várias ...
pfantonio Poesias 35