1. É  demais  esse  nosso amor, que  vive e sobrevive, aos trancos e barrancos. e nos deixa meio tortos um  pouco tontos encostados e acabrunhados pelos os  cantos, e  não sabemos avaliar  o quanto ou o tanto. É  demais esse nosso amor  prosóico,que  talvez valha  mais que  mil e um contos eróticos.....