Roxelane

05 de Maio de 2014 ROOSEVELT Poesias 530

Roxelane era virgem, nunca tinha feito amor.
Roxelane ia sempre à missa.
Roxelane fazia tudo certo, nada errado, pelo menos era a intenção.
Roxelane respeitava seu mundo.
Seu mundo não a conhecia.
Seu mundo nem sabia de Roxelane.
Sua casa era velha.
Seu quarto um barraco.
Sua cama palha e pano; terror de Roxelane.
Roxelane pegou uma condução.
Condução ao centro.
Roxelane virou refém.
A polícia atirou.
Acertou em Roxelane.
Roxelane foi para sua nova casa.
Uma cova rasa no cemitério da ferrovia.
Roxelane já era.
Ninguém a viu...

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
Obedecendo o Vento há 1 hora

As folhas caem, e eu quero falar sobre isso, sem me preocupar com o feiti...
a_j_cardiais Poesias 25


"Verão na Europa" há 3 horas

Hoje começou o verão Mas todos os dias, são dias de verão O verão na...
joaodasneves Poesias 5


"Maria Emília" há 5 horas

Meu amor Antes de tu nasceres Raramente eu pensava em ti Iria com o pass...
joaodasneves Acrósticos 5


"Sou" há 6 horas

Sou o livro sem palavras Sou a historia por contar Sou o céu sem estre...
joaodasneves Acrósticos 5


"Livro sem letras" há 8 horas

Meus livros já estão sem letras Meu papel sem cor Com a caneta vazia Q...
joaodasneves Poesias 8


Amor há 10 horas

Quando Jesus diz que aquele que o ama é quem guarda os seus mandamentos, o...
kuryos Acrósticos 7