Sim, a vida existe
a vida insiste
em ser perene.
Abdutora
de alegrias,
de fantasias.
Progenitora
de indigentes,
de noites frias.
Via ambígua
de ilusões.



Rio de Janeiro, 19 de julho de 2011.