O dia amanhece cheio de sol ou de nuvens.
O mês pode ser qualquer um.
Assim como as estações do ano.
Há sempre vida. Cada canto é meu canto.
A temperatura é a minha. E a dos meus entes queridos.

Os pedreiros, de cada compartimento erguido, seguiram a minha planta.
Aquela com meu ângulos e retas preferidas.
O retrato fiel da minha geometria e filosofia.
A minha casa está aberta para quem eu quero.

E, eu quero apenas pessoas que toquem o meu coração.