Senso e direção

10 de Agosto de 2011 William Adriano Poesias 320

Senso e direção
(de William Adriano)

Quando compliquei minhas palavras
Descobri o segredo dos gestos simples
Quando perdi minha voz
Percebi o quanto se diz em silêncio

Quando caminhava no meio da multidão
Percebi o quanto o homem se sente só

Quando achamos que então estamos loucos
Ou que estamos perdendo a razão
Perdendo o rumo, esquecendo nossos ideais
Confusos nas encruzilhadas da vida

Vemos que a simplicidade pode reinar
Superar nossa ignorância instalada
Vencer nossos medos couraçados
E nos arrebatar para a verdade objetiva

//canticospelapaz.blogspot.com/
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
Poema Rosa Para um Dia de Sol há 14 horas

A Rosa Emília A Rosa que an...
a_j_cardiais Poesias 38


Poema Suado há 14 horas

Estou num deserto de inspiração... Nada passa por aqui... Nem ladrão. ...
a_j_cardiais Poesias 32


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 3 há 17 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 8


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 2 há 17 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 10


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 1 há 17 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 7


""Ser deficiente, não é o final"" há 2 dias

Nos somos todos iguais, E ao mesmo tempo diferentes, Somos todos normais,...
joaodasneves Poesias 13