A janela do sonho

10 de Agosto de 2011 Wellington Calcagno Poesias 631

A janela mostra
A imagem da vida,
A idéia distorcida
O que não é mais sentido.
No sentir do sonho.
Vê-se o real, o mortal,
O que não é moral.

O bem e o mal
Juntos em revoada,
Vivem em alvorada.
Nos confins
do que foi sonhado,
Assim calado.
Ao lado do sonhador!
O que sonha com a dor,
Que vive a dor.

O real se perde
e antecede o morrer
Ao viver.
Não é mais ser!
É sonho!
É sonho!
E tonto, mais que tonto.
É sonho!
O sonho vivo
que do ser é tristonho!
Por fim, o real é sonho.




Rio de Janeiro, 7 de Julho de 2009.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
Para quem é a Mudança da Lei de Moisés há menos de 1 hora

O apóstolo Paulo afirma que o crente não está sob a lei e sim sob a gr...
kuryos Mensagens 5


Cultivando Observações - 1 há 2 horas

Eu vivia arrastando silêncios, pelas plataformas da vida. Agora dispenso...
a_j_cardiais Poesias 17


"É tarde demais" há 4 horas

Não há mais tempo Não adianta agora chorar É tarde demais. É tarde ...
joaodasneves Poesias 8


"Amada Amante"... há 4 horas

A primavera chegou, sai como sempre o dia estava bonito, o sol brilha...
joaodasneves Prosa Poética 4


"Eu queria" há 4 horas

Eu queria tanto beijar a tua boca e abraçar-te intensamente. Eu queria t...
joaodasneves Pensamentos 3


"Sabor dos teus beijos" há 4 horas

Parece que foi ontem vi-te passar naquela estrada Cruzei contigo um simpl...
joaodasneves Poesias 5