A janela do sonho

10 de Agosto de 2011 Wellington Calcagno Poesias 634

A janela mostra
A imagem da vida,
A idéia distorcida
O que não é mais sentido.
No sentir do sonho.
Vê-se o real, o mortal,
O que não é moral.

O bem e o mal
Juntos em revoada,
Vivem em alvorada.
Nos confins
do que foi sonhado,
Assim calado.
Ao lado do sonhador!
O que sonha com a dor,
Que vive a dor.

O real se perde
e antecede o morrer
Ao viver.
Não é mais ser!
É sonho!
É sonho!
E tonto, mais que tonto.
É sonho!
O sonho vivo
que do ser é tristonho!
Por fim, o real é sonho.




Rio de Janeiro, 7 de Julho de 2009.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
"Dia do amor" há 2 horas

Amanhã é o dia reservado ao Amor, E a fragrância das flores confunde-s...
joaodasneves Poesias 9


"Estou triste" há 10 horas

A noite se instala em mim. Lá fora, apenas o silêncio da noite e o teu o...
joaodasneves Poesias 11


"Estou cá a matutar" há 10 horas

Esses dias ando meio triste muito confuso, ando a querer isolar-me, f...
joaodasneves Pensamentos 9


A Humildade nos Cai Bem há 15 horas

Se o domínio total é do Senhor, porque o poder pertence a ele, isto dever...
kuryos Artigos 8


Fuga da Inspiração há 16 horas

Preciso terminar um poema que comecei numa empolgação danada... Dep...
a_j_cardiais Poesias 45


Um Dilema há 16 horas

Estou aqui reclamando da minha "vidinha", enquanto tem alguém por aí que...
a_j_cardiais Poesias 49