Dignidade oculta

16 de Maio de 2011 Dan Palmério Poesias 88

O mundo não é digno de pessoas
Cuja as mãos tem expressão
De talento que foi limitado
Um sorriso que foi alterado
E agora não pode mais voltar

São vidas que o mundo não consegue ver
E nem mesmo perceber
O quanto foram alteradas

Fecho os meus olhos e me sinto parte
De toda esta sociedade
Que me faz acreditar
Que o mundo não tem jeito
E que até o preconceito
É um fato a se aceitar

Decidi fazer a minha parte
Lembrando da dignidade
Como prêmio de se expressar

São estas pessoas que merecem
O melhor do mundo
O que realmente acontece aos grandes
Deveria ser aos miúdos

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
Pelo Espírito há 4 horas

Nada do que Jesus cita no Sermão do Monte nos capítulos 5 a 7 do evangelh...
kuryos Acrósticos 4


A Linha da Vida há 6 horas

O futuro é daqui a pouco, mas talvez não possamos vê-lo. A vida é com...
a_j_cardiais Poesias 27


Obedecendo o Vento há 20 horas

As folhas caem, e eu quero falar sobre isso, sem me preocupar com o feiti...
a_j_cardiais Poesias 38


"Verão na Europa" há 23 horas

Hoje começou o verão Mas todos os dias, são dias de verão O verão na...
joaodasneves Poesias 8


"Maria Emília" há 1 dia

Meu amor Antes de tu nasceres Raramente eu pensava em ti Iria com o pass...
joaodasneves Acrósticos 9


"Sou" há 1 dia

Sou o livro sem palavras Sou a historia por contar Sou o céu sem estre...
joaodasneves Acrósticos 10