Oh!

Quanto o coração se dilata!

À menção da simples idéia,

tão real e verdadeira,

de que Deus ama aos homens

com amor tão grande e profundo

que nenhum bem a ele se compara

de tudo que se pode achar no mundo.

Especialmente às pessoas

de boa vontade,

ama com amor incansável,

da mais pura amizade e bondade.

Com certeza Deus ama.

E quanto ama!

Toda a humanidade.

Afinal não nos criou

à sua própria imagem?

Oh! Delícias eternas,

provindas do coração divino!

Sem elas não há vida,

senão somente morte.