O saber profundo
(de William Adriano)

Mesmo que todas as vozes me digam: “não vá”
Mesmo um coro afinado solfejando canções
Vou partir sem lugar
Caminhar e sonhar

Vou vislumbrar o horizonte convidativo
Cantarei uma canção que refletida na água
Mostrará um lugar
Eterno pra descansar

Mesmo que digam que meu caminho é vulgar
Pois canto sem complicar a verdade mais pura
Pois cantar é amar
Cada passo a traçar

Calem-se todos que tentam me impedir
Metidos nessa carcaça que chamam de corpo
Vou partir e deixar
Uma chave pra quem quiser sonhar

E abrirei uma janela que dará para o mundo
E buscarei no âmago da alma o saber profundo


http://canticospelapaz.blogspot.com/
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.