Acordar!

07 de Junho de 2014 Miranda Poesias 181

O mar levou suas ilusões

A noite escondeu seus sonhos

Olhou o céu procurando as estrelas

Viu o desejo em devaneios

Seu rancor fechou as portas do encanto

E a lua refletia o espelho de suas lágrimas

Seu rosto desejava o toque do fascínio

Mas os vestígios de outrora ainda cicatrizava

Nos espasmos da madrugada já não havia mais tempo

Então acalentou-se

Despertou com abraço do alvorecer

Sua face agora reluzia carinho

Transpirava...



Leia também
SÓ PARA DIZER BOM DIA. há 2 horas

Fiz ao nascer da alva, Sob a luz que o sol irradia, Estes versos vindos d...
madalao Poesias 5


DEIXA-ME NO TEU VENTRE há 2 horas

Deixa-me, no teu ventre, eu ficar, Neste ninho de amor tão quentinho. L...
madalao Poesias 5


Equação do Amor há 2 dias

Corre pra mim... Talvez eu ainda não saiba o que é o amor; Não tenha ...
a_j_cardiais Poesias 52


Qual é a Nossa Parte? há 2 dias

O conceito arminiano de que devemos fazer a nossa parte para que Deus pos...
kuryos Artigos 12


"Lagrimas" há 2 dias

Um silêncio triste e profundo Uma lágrima caiu Na tarde fria, e escura ...
joaodasneves Poesias 12


Realidade, Deixe-me Sonhar há 2 dias

Ah, realidade, realidade... Você não respeita minha privacidade. Vo...
a_j_cardiais Poesias 56