The Doors

13 de Agosto de 2011 William Adriano Poesias 705

The Doors
(de William Adriano)

Busco a inspiração das noites enluaradas
Dos devaneios que me levam
Às estâncias que me fazem relembrar
Ideais visionários

Ao vagar por um silêncio meditativo
Eterno, dentro de si mesmo
Perambulando por entre os ecos da criação

Busco a perfeição dos sons e tons
O contato extraordinário com o inatingível
A inspiração que brota das entranhas da razão

A arte que quebra o silêncio da madrugada
Dentre as dimensões da percepção
Fora de parâmetros de tempo e espaço
Diante da simetria do imprevisível

Nos arrebata e nos projeta diante de um portal
A obra viva e pulsante em estado coagulativo


//canticospelapaz.blogspot.com/
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
"Minha humilde casinha" há 20 horas

Tenho na minha casa Quatro cadeiras e um colchão Uma mesa, e roupas pelo...
joaodasneves Poesias 14


Se Poema For Oração há 1 dia

Senhor, este poeta perdido vem Vos fazer um pedido: dai-me Vossa paz. ...
a_j_cardiais Poesias 45


"Bailei com a solidão" há 1 dia

"Bailei com a solidão" A beira do mar espero a Solidão E escuto ja o ...
joaodasneves Acrósticos 11


Perseverar Até o Fim – Parte 1 há 1 dia

Por Charles H. Spurgeon (1834-1892) Traduzido, Adaptado e Editado por Si...
kuryos Artigos 13


Perseverar Até o Fim – Parte 2 há 1 dia

Por Charles H. Spurgeon (1834-1892) Traduzido, Adaptado e Editado por Si...
kuryos Artigos 9


Separação há 2 dias

Pensei que separação fosse fácil... Que fosse só deixar seu amor, e ...
a_j_cardiais Poesias 40