The Doors
(de William Adriano)

Busco a inspiração das noites enluaradas
Dos devaneios que me levam
Às estâncias que me fazem relembrar
Ideais visionários

Ao vagar por um silêncio meditativo
Eterno, dentro de si mesmo
Perambulando por entre os ecos da criação

Busco a perfeição dos sons e tons
O contato extraordinário com o inatingível
A inspiração que brota das entranhas da razão

A arte que quebra o silêncio da madrugada
Dentre as dimensões da percepção
Fora de parâmetros de tempo e espaço
Diante da simetria do imprevisível

Nos arrebata e nos projeta diante de um portal
A obra viva e pulsante em estado coagulativo


http://canticospelapaz.blogspot.com/
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.