Lágrimas de Saudade

14 de Agosto de 2011 Patrícia Garcia Poesias 515

Enquanto derramo minhas lágrimas
Minh’alma se renova e vive;
Por quanto extingo de mim presenças remotas
Inda assim tomo consciência de minhas necessidades;
Sarcasmo faz crescer os horizontes
De fora pra dentro;
Poetiza fazendo plantão
Nas longínquas curvas de pensamentos vazios,
Talvez nem me sejam assim tão apreços
Mas me importam mesmo o quanto de mim padeço;
Gênio brincando de ser louco
Mesmo quanto menina tentando viver boneca;
Quiçá eco grunhido num beco
Ou mesmo o reflexo noturno no breu da saudade.


Leia também
Obedecendo o Vento há 9 horas

As folhas caem, e eu quero falar sobre isso, sem me preocupar com o feiti...
a_j_cardiais Poesias 26


"Verão na Europa" há 11 horas

Hoje começou o verão Mas todos os dias, são dias de verão O verão na...
joaodasneves Poesias 5


"Maria Emília" há 13 horas

Meu amor Antes de tu nasceres Raramente eu pensava em ti Iria com o pass...
joaodasneves Acrósticos 7


"Sou" há 14 horas

Sou o livro sem palavras Sou a historia por contar Sou o céu sem estre...
joaodasneves Acrósticos 7


"Livro sem letras" há 16 horas

Meus livros já estão sem letras Meu papel sem cor Com a caneta vazia Q...
joaodasneves Poesias 8


Amor há 18 horas

Quando Jesus diz que aquele que o ama é quem guarda os seus mandamentos, o...
kuryos Acrósticos 8