Fantasmas

14 de Agosto de 2011 Talaris Poesias 580

Há escuridão em todos os cantos agora.
Há tristeza onde havia felicidade outrora.
Todos os anjos olhando como nunca estiveram.
Todos os demônios agindo sem conceitos.
Há fantasmas de pessoas que nunca viveram.
Há cicatrizes de cortes nunca feitos.

Sentir saudade de um amor
Que antes de vivo já era morto.
Sentir fome de seu calor
Que queimava por todo meu corpo.
Há fantasmas de pessoas que nunca lembramos.
Há melodias lindas que nunca cantamos.

Um coração curado
Mas que sempre estará danificado.
Uma alma que tem certeza
Pensa estar presa à sua beleza.
Há fantasmas de pessoas que nunca esquecemos.
Há morte em lugares em que nunca vivemos.

Uma pessoa especial
Perdida de tanto imaginar.
Percebe que o natural
Compreende na realidade de amar.
Há fantasmas de pessoas que nunca amamos.
Há momentos pelos quais nunca passamos.

(01/5/2011 ~ ??)

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
A Origem e a Razão de Ser de Tudo há 4 horas

Deus não criou todas as coisas para depois intentar formar uma Igreja. Ao...
kuryos Artigos 6


ETERNAL (rondó) há 16 horas

ETERNAL (rondó) Não o poeta, sim a poesia Em cada verso haveria- De ...
ricardoc Poesias 7


Sintomático há 22 horas

Divagando pela favela, penso nela olhando a aquarela do sol se pondo. ...
a_j_cardiais Sonetos 41


"Minha humilde casinha" há 3 dias

Tenho na minha casa Quatro cadeiras e um colchão Uma mesa, e roupas pelo...
joaodasneves Poesias 21


Se Poema For Oração há 3 dias

Senhor, este poeta perdido vem Vos fazer um pedido: dai-me Vossa paz. ...
a_j_cardiais Poesias 81


"Bailei com a solidão" há 3 dias

"Bailei com a solidão" A beira do mar espero a Solidão E escuto ja o ...
joaodasneves Acrósticos 19