...E o forte vento do bom senso que soprou a noite inteira,

Espalhou o perfume da paz por toda a terra,

Para que os homens que se degladiam em sua guerra

Não comentam mais tanta besteira!