Viver a esperança

23 de Junho de 2014 Pr CJJacinto Poesias 216

Te acalma minha  alma
Tanto lamentas por sentir
A agonia do sofrer

Entra em repouso
Como as aguas na praia
Que descansam na areia
Como as rosas

Que o vento faz balançar
Leva consigo o perfume
Te acalma minha alma

Não chores por tantas coisas
Pois a luz brilha no caminho
Como as estrelas solitarias

Que perseguem o romper da aurora
Levando consigo o silencio
Entra na essência dos sonhos

Medita no tempo presente
Mergulha na experiência do agora
E vive a esperança sempre

Clavio J. Jacinto



Leia também
LUTA ARMADA há 20 horas

LUTA ARMADA Aqueles tidos como imprescindíveis Pelo afã de lutar toda...
ricardoc Sonetos 5


Paz Celestial há 1 dia

Paz na alma é muito mais Do que paz de mente... pois passa desta par...
kuryos Artigos 13


Poema Rosa Para um Dia de Sol há 2 dias

A Rosa Emília A Rosa que an...
a_j_cardiais Poesias 61


Poema Suado há 2 dias

Estou num deserto de inspiração... Nada passa por aqui... Nem ladrão. ...
a_j_cardiais Poesias 50


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 3 há 2 dias

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 22


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 2 há 2 dias

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 16