Bata asas, voe passarinho,
ganhe o mundo, liberte-se,
meus braços, não servem como ninho.