Traição

16 de Julho de 2014 Alvim Prosa Poética 904

Traição

matéria indevida

de uma alma perdida

desespero neutro

infindo o que se procura

sendo que é só adeus

não mais aquele olhar

não mais aquela sincera entrega

algo se corroeu na duração

ainda que o tempo não existisse

em todos instantes,nada perecia

mas permanecia em silêncio

intocável e mágico.Agora

sem brilho e pulso


Leia também
Lembra? há 2 dias

Quando o tempo nós pertencia dia e noite não existiam? Quando ainda...
enidesantos Poesias 21


Principio há 2 dias

Toda a humanidade repelida da perfeição Privada da perspectiva da ...
enidesantos Poesias 13


Viandar há 2 dias

Viver e caminhar eu gosto de tudo que a vida me da Gosto de viver e ...
enidesantos Poesias 11


Fluxo do tempo. há 2 dias

Boca devoradora do tempo que tudo vai apagando varrendo da vida todo o en...
enidesantos Poesias 14


Sou há 2 dias

o que quero e onde quero Meu palco é a vida Dela faço brotar o pr...
enidesantos Poesias 12


Ame...! há 2 dias

Apenas ame Não se infecte de amor Infecte-se de vida Queira vida D...
enidesantos Poesias 11