Decidiu inventar uma palavra. ZYRUSZASSARUM! Mal sabia pronunciá-la e mesmo assim deu-lhe vinte significado. Observou que não se tratava de uma palavrinha, mas sim um palavrão. A insônia de seus ultimos dias roubou. sonhos e vontade escrever, ou melhor, lidar com as palavras que já existem. Chegou até a invejar o catador de sucatas que sempre encontrava em seu caminho e que escrevia compulsivamente em pedaços de papelão. Revolta das letras que querem seu momento de solidão. Deveria sempre se respeitar a vonatde delas, que por vezes só voltam a estar uma do lado das outras para formar acaso.