Irretocável

17 de Junho de 2011 Ariano Prosa Poética 569

Tua deslumbrante beleza,
Tão óbvia e simples a olhos outros,
Distrai e esconde, entretanto,
Tanto!

Consigo, porém,
Mergulhar além:
Quero e viajo ao fundo de ti
De tua alma de artista
De tua mente aguda
Segredos, sentidos e sentimentos.

Meus olhos de bardo,
Terra escura e macia,
Reconhecem e evocam
A magia da vida.

Percebem em teus vívidos céus,
Da mais clara delicadeza,
Deliciosa densidade,
Detalhes divinos
E femininos.

Inclusive nas majestosas evidências
De tuas ricamente cromáticas
Formas matemáticas.

Contigo, perfeitamente imperfeita,
Poetisa e musa, mulher e fêmea,
Exuberante, irretocável,
Vou até o fim.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
A Humildade nos Cai Bem há 3 horas

Se o domínio total é do Senhor, porque o poder pertence a ele, isto dever...
kuryos Artigos 7


Fuga da Inspiração há 4 horas

Preciso terminar um poema que comecei numa empolgação danada... Dep...
a_j_cardiais Poesias 38


Um Dilema há 4 horas

Estou aqui reclamando da minha "vidinha", enquanto tem alguém por aí que...
a_j_cardiais Poesias 37


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 6 há 7 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 12


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 5 há 7 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 9


Hebreus 3 - Versículos 7 a 11 – P 4 há 7 horas

John Owen (1616-1683) Traduzido, Adaptado e Editado por Silvio Dutra ...
kuryos Artigos 10