Espectro Digital (Ella V)

29 de Janeiro de 2018 FKarvalho Prosa Poética 230


As luzes da cidade perderam a vida quando você se foi.
Entre as linhas da melodia do piano, o fim da tarde, somente o mar aceita minha tristura. O vento tende sussurrar lembranças, mas não permito e me foco no futuro.
Um futuro que não pertence a você.

A curiosidade me vence entra na esfera digital social procurando migalhas do seu dia. Se você esta bem. Se existe alguém, se a vida do outro lado.
A muito tempo tua voz foi lançada e a ainda hoje ouço fragmentos de felicidade que habitava Mas hoje são pequenas farpas que cravam fundo nas pontas dos dedos.
Todas vez que toco o violão as memorias me abraçam com dor e amor.

A noite chegar e longe de mim o sono fica.
Nas noites que se seguiram as conversar entre a voz do telefone e as teclas do piano. Tinha inveções. Desabafos e vida.

Hoje tenho a minha vida apenas e o meus pensamentos não lineares.
Repito as mágoas entre mensagem direta pra estimular a decepção e voltar a te esquecer. Mas o vento tende sussurrar lembranças eu aceito e o que acompanha o resto da madrugada e o mar , lembranças e o teu espectro digital.


Leia também
O BURACO há 3 horas

O menino corria, empurrado pelo vento, empinando a pipa que o pai fizera p...
madalao Mensagens 9


UM GATO NO ESPELHO há 18 horas

Um gato, parado diante do espelho do quarto de sua dona, discutia com...
madalao Infantil 17


Tudo junto e misturado há 1 dia

Tudo junto. Misturado. Animado. Apaixonado. Completamente dado e entreg...
anjoeros Poesias 17


Quando senti vontade de amar... há 1 dia

Prefiro ser acusado de amar demais do que ser reconhecido por ser aquele q...
anjoeros Poesias 11


Meu café há 2 dias

UM CAFÉ SEMPRE CAI BEM...ANTES DO ALMOÇO,DEPOIS DELE... TE FAÇO UM CA...
anjoeros Poesias 16


Ao pé do ouvido há 2 dias

Vem cá, menina... Deixa eu te falar, bem lá dentro do teu ouvido, tudo ...
anjoeros Poesias 17