Tesouro escondido,
Zelo por um amor que já não sabe viver sem,
Que esconde,
Pois só ela sabe o caminho para chegar ao vale ensolarado de cor doce
que leva aos sentimentos mais cândidos pelos quais tanto estima.
Esconde,
Talvez por medo de que vá embora e não mais te olhe
Com jeito de quem admira algo antes nunca visto
E com um esmero de quem tem nos olhos promessa de ser eterno.
Guardado ternamente, para que não seja perdido,
Pois assim é o tesouro que já foi escondido,
E que deixou de ter o encanto do querer bem.
Preserva o segredo de onde abriga o seu tesouro,
Para que, como tesouro, ele sempre seja tido.
Pois tudo que se guarda é querendo ter para sempre,
Para que nunca seja desfeito pela armadilha do esquecimento,
Do descaso,
Nem do arrependimento,
De um dia ter sido perdido.