Acaso

31 de Agosto de 2013 Alany Aragão Prosa Poética 371

EU NUNCA QUIS ISSO PRA NÓS
O ACASO ROMPEU E DISTORCEU OS CAMINHOS
QUE POR MUITO TEMPO TENTEI REENCONTRÁ-LO
NAS FRESTAS DEIXADAS PELO DESTINO
MAS NÃO PUDE CONTINUAS A PROCURAR POR VOCÊ
POIS TINHA DE ME ENCONTRAR PRIMEIRO
E CONSEGUI ME ENCONTRAR EM OUTRA PESSOA
NA QUAL ENCONTREI REFUGIO E CARINHO.









*Escrito em parceria com almabane.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem permissão do autor.

Leia também
A Origem e a Razão de Ser de Tudo há 1 hora

Deus não criou todas as coisas para depois intentar formar uma Igreja. Ao...
kuryos Artigos 6


ETERNAL (rondó) há 14 horas

ETERNAL (rondó) Não o poeta, sim a poesia Em cada verso haveria- De ...
ricardoc Poesias 6


Sintomático há 20 horas

Divagando pela favela, penso nela olhando a aquarela do sol se pondo. ...
a_j_cardiais Sonetos 40


"Minha humilde casinha" há 3 dias

Tenho na minha casa Quatro cadeiras e um colchão Uma mesa, e roupas pelo...
joaodasneves Poesias 20


Se Poema For Oração há 3 dias

Senhor, este poeta perdido vem Vos fazer um pedido: dai-me Vossa paz. ...
a_j_cardiais Poesias 81


"Bailei com a solidão" há 3 dias

"Bailei com a solidão" A beira do mar espero a Solidão E escuto ja o ...
joaodasneves Acrósticos 17