O IMPÁVIDO SOL QUEIMA MINHAS COSTAS
OS PÁSSAROS VOAM AO MEU REDOR
À PROCURA DE ABRIGO ELES BALBUCIAM CANTOS SOFRIDOS
NO QUAL LEMBRAM QUE MEU CORAÇÃO ESTÁ PARTIDO
E IGUALMENTE A ELES NECESSITO DE REFÚGIO!

UM REFÚGIO BELO E FRIO QUE DIMINUA A DOR DA ALMA
E TRAGA-ME MAIS UMA VEZ
LEMBRANÇAS DE TEMPOS IDOS.









*Em parceria novamente com meu amigo almabane.