Insana sobriedade

03 de Janeiro de 2014 Aline Spitzer Prosa Poética 391

Madrugada de domingo e o silêncio do quarto ainda grita. Pra mim, os finais de semana viraram dias longos... cheios de sono sem vontade de dormir, cheios de fugas, alegrias frustradas e tentativas falidas.

Sou apenas um ponto de interrogação. Ninguém compreende a minha necessidade de sumir, nem colaboram com a minha distânica necessária. Talvez o meu problema seja assumir mais responsabilidades do que deveria. Na verdade, eu me sinto incapaz de cuidar delas. Eu me perdi.Foram muitas noites acordada com a sensação da ausência. Acho que assim me criei vazia e não soube mais preencher. Isso já faz tempo, e ainda faz mal. Mas o fato é que mesmo necessitando de um tempo sozinha, eu ainda quero alguém que me faça mudar de opinião. Alguém que me ajude a me preencher. Que faça meu corpo insistir pela companhia enquanto minha mente implora pela solidão.Posso exigir isso de alguém???Aline Spitzer.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
ANTIFACISTA há menos de 1 hora

ANTIFACISTA De irrestível apelo aquela união De fortes se fazendo 'in...
ricardoc Sonetos 1


A rua me aceita como sou há 2 horas

A rua me aceita como sou (Livro Poesias Reflexivas- Antonio Ferreira) N...
pfantonio Poesias 30


Não seja superficial há 3 horas

Não seja superficial (Antonio Ferreira-Livro Poesias Reflexivas) Olhe ...
pfantonio Poesias 36


"Dia do amor" há 6 horas

Amanhã é o dia reservado ao Amor, E a fragrância das flores confunde-s...
joaodasneves Poesias 12


"Estou triste" há 13 horas

A noite se instala em mim. Lá fora, apenas o silêncio da noite e o teu o...
joaodasneves Poesias 13


"Estou cá a matutar" há 14 horas

Esses dias ando meio triste muito confuso, ando a querer isolar-me, f...
joaodasneves Pensamentos 9