Notas de Uma Noite, do Sono e do Silêncio

04 de Janeiro de 2014 Hermes & Toth Prosa Poética 515

"É sim bem verdade... Meu corpo jogado em brasa ardente, é plural... por muitos fartado, consumido.

Não me dirija esse olhar...

É bem verdade que na profligação, exício... Que no epílogo deste corpo outros tipos de vermes também o farão. 

Licencioso... que ainda aprazível, seja melhor utilizado. 

Ah! Meu coração? _Gentil pergunta.

Um rasgo, largo sorriso de canto para que saibam que, jamais será consumido. 

Minha alma e querer, que a muito fora entregue à uma verve mais elevada, intocáveis seguem para onde famintos olhos mortais jamais enxergarão "

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
"Verão na Europa" há 2 horas

Hoje começou o verão Mas todos os dias, são dias de verão O verão na...
joaodasneves Poesias 4


"Maria Emília" há 3 horas

Meu amor Antes de tu nasceres Raramente eu pensava em ti Iria com o pass...
joaodasneves Acrósticos 5


"Sou" há 4 horas

Sou o livro sem palavras Sou a historia por contar Sou o céu sem estre...
joaodasneves Acrósticos 5


"Livro sem letras" há 6 horas

Meus livros já estão sem letras Meu papel sem cor Com a caneta vazia Q...
joaodasneves Poesias 6


Amor há 8 horas

Quando Jesus diz que aquele que o ama é quem guarda os seus mandamentos, o...
kuryos Acrósticos 7


ESTÁ TÃO ESCURO (poesia infantil) há 10 horas

Está tão escuro Por causa do muro O chão é duro Não bata o nari...
madalao Infantil 7