Iluminação

02 de Agosto de 2011 Hermes & Toth Prosa Poética 615

Euforia! Calmaria! E todas de melancolia, E então extasia.
E vibrantes são! Eleva-me mais um passo então! Pelas mãos guiados são, Pelo chão!
Mais um degrau rumo ao céu! Na casa da perfeição.
Iluminado pelas luzes, Do amanhecer ao entardecer, E meu passado a esquecer, Eis que faço uma prece, E me torno um novo ser!
Eis que vejo no amanhã! E vejo além do horizonte, Além das montanhas, Além-mar!
Um império onde o Sol não se põe! O império do Justo!
Eis que faço uma prece! Aos meus me juntar! E no amanhecer acordar!
E em cada momento lembrar.
Aquilo que emana na essência, Não é furtado em seu valor, Ganha força e se junta aos demais.

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
"Naveguei" há 6 horas

Naveguei entre mares, e tempestades, ninguém me acompanhou, Meu sofriment...
joaodasneves Poesias 11


O Importante no Poema há 8 horas

O importante no poema, é que ele voe, mesmo não tendo nascido para voa...
a_j_cardiais Poesias 29


LUTA ARMADA há 1 dia

LUTA ARMADA Aqueles tidos como imprescindíveis Pelo afã de lutar toda...
ricardoc Sonetos 8


Paz Celestial há 2 dias

Paz na alma é muito mais Do que paz de mente... pois passa desta par...
kuryos Artigos 18


Poema Rosa Para um Dia de Sol há 2 dias

A Rosa Emília A Rosa que an...
a_j_cardiais Poesias 63


Poema Suado há 2 dias

Estou num deserto de inspiração... Nada passa por aqui... Nem ladrão. ...
a_j_cardiais Poesias 51