Sarado o cara, hei!
Que cara? Estou olhando para o mar.
Mar de músculos você quer dizer.
Para querido. Eu te amo.

Para você com esse cinismo.
Você olhou. Eu vi.
Nossas cadeiras estão de frente para o mar.
Certo! Claro que vejo tudo que passa entre nós e o mar.
Não sou cega.

Não mente.
Você olhou. Olhou de um jeito diferente.
Eu vi. Quer saber de uma coisa.
Vou tomar um banho de mar.

É melhor você vir comigo.
Se não vai pensar que me viu olhando para um tubarão.
E você acha que não tem peixe grande tomando banho.
Peixes humanos e com fome.

Desisto. Vou levantar acampamento.
E me esconder no apartamento.
Assim você sossega.
Cuidado. O amor não agüenta e arrebenta!