Quando você apareceu...

04 de Junho de 2014 JWILER Prosa Poética 341



Tudo que queria estava ali.
Na minha frente um mar maravilhoso.
No céu um dia frondoso.
Eu estava eu por inteiro.

Chutei a água que não reclamava.
Joguei areia limpa nas doces gaivotas.
Soltar-me era tudo que queria.
Havia pessoas, mas eu não as via.

Só tinha olhos para o cenário.
Coqueiros calmos.
Árvores com sombra e água fresca.
Sim: havia cascatas e paz.

Eis que do nada você invade a cena.
Cabelos brilhando como o sol.
Olhos refletindo a cor do mar.
Quem é você? Perguntei-me.

Não a esperava por aqui.
Essa pele macia...
Esse perfume gostoso.
E que andar sensual!

Como pode ser a mais bela no meio desta linda aquarela.
Quem lhe deu o poder de tanta sedução.
Errei! Só agora posso dizer – Eu e Ela.
E que este lugar é mais do que eu quis.
Este lugar, agora é perfeito...


Leia também
Mancha de Batom há 2 horas

Você se foi... Agora só resta a mancha de batom num copo, que me faz...
a_j_cardiais Poesias 42


Poesia Impura há 2 horas

Não deixe a poesia pura. Deixe um pouco de gordura e algum resquício de...
a_j_cardiais Poesias 38


REMEXENDO OS GUARDADOS há 15 horas

Entre as páginas amareladas Dum velho romance de amor Guardei a carta pe...
madalao Poesias 11


CLAMOR ( rondel) há 15 horas

Justiça! Vivo clamando aos quatro ventos. Silêncio! Porque resposta eu n...
madalao Rondel 6


OH HOMEM! (rondel) há 15 horas

Oh homem! Teus calores me agitam, E meu corpo fica em estado convulsivo. ...
madalao Poesias 7


E AGORA? (rondel) há 15 horas

E agora? Que podemos fazer? Remediar é coisa que não adianta. O mal f...
madalao Rondel 8