Hoje eu te vi mais uma vez chorar num canto atrás da escola.
Rejeitada por todos, você quer se entregar.
Então segure minha mão,
Me dê seu coração,
Sinta a minha dor e não se afogue nessa escuridão.

Vamos partir esta madrugada sem deixar rastros neste chão
Cheio de carniceiros exploradores de ilusões e mal-feitores de corações.
Vamos esquecer todas as maldades vividas e esquecer esta detestável vida.
Vamos criar uma só para nós.
Só para a nossa subsistência.
Para a nossa saída.

E ninguém irá nos encontrar e nos machucar de novo.
Ninguém irá rir de nós ou nos agredir e apedrejar.
Lá estaremos seguros querida.
Em nosso verdadeiro canto.
Em nossa escuridão segura.
Em nosso amor cheio de dores e sombras.

Então acorde querida!
Estamos para nos mudar,
E você continua caída e pálida, como se estivesse morta.
Não me deixe ir sozinho para o nosso lugar.
A nossa vida nos espera enquanto a morte aqui não sossega.
Vamos encontrar a nossa paz perdida, o paraíso queimado de sonhos.
Vamos tomar uma única dose e pronto:
Eu e você,
Eternamente juntos,
No universo que nos uniu
Que a Terra fez questão de nos matar,
E de volta a nossa origem,
Descansaremos então, eternamente em nosso verdadeiro lar.

Adeus amor,
Te espero.