Gainsbourg (Vie héroïque)

14 de Agosto de 2011 Romano Ruiz Prosa Poética 551

"Para ser autêntico você deve assumir inúmeras semelhanças, confundi-las e trocar suas etiquetas, para que no processo investigativo dos que o comparam a outros o resultado seja um número de influências e referências que seriam inviáveis para resumir e generalizar sua obra..." A cabeça caiu em cima dos braços, cansada de se equilibrar no pescoço, que mais parecia uma corda bamba nos últimos tempos. Sempre se perturbava pensando "Qual será meu legado?" Imaginação e silêncio podem produzir qualquer coisa. Adormeceu ouvindo uma voz que estava há mais de quinhentos quilômetros de distância

Esse texto está protegido por direitos autorais.
Cópia, distribuição e execução são autorizadas desde que citados os créditos.

Leia também
"Feliz...dia...de...São João" ... há 3 horas

Quem dera ir mais além, cantar mais alto Sobre esse chão salgado onde na...
joaodasneves Poesias 4


No Vento da Literatura há 4 horas

Gosto da poesia quando chega de surpresa... Pode não ter beleza, mas q...
a_j_cardiais Poesias 27


Bendito Amor Eterno há 1 dia

Quando pensamos que Jesus disse que todo aquele que lhe foi dado pelo Pai, ...
kuryos Artigos 11


"Vendo" há 1 dia

Hoje vendo um corpo sem alma, e um extrovertido coração partido, uma ...
joaodasneves Acrósticos 7


"Te amo vinho tinto" há 1 dia

Tu meu querido vinho tinto, és e serás a minha inspiração, Ter o cop...
joaodasneves Poesias 9


Gradeados há 1 dia

O céu está logo ali, depois dessa janela enjaulada... Meu amor é qua...
a_j_cardiais Poesias 60